Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Depilação, o drama de qualquer mulher. O desejo de todas é não terem de a fazer nunca. Isso é possível graças à depilação a laser, por isso no post desta semana decidi falar-vos sobre a minha experiencia pessoal nesta técnica de depilação, ajudando-vos a perceber como funciona e se é uma boa solução para vocês. 

  • Porquê?

Para mim seria o mais indicado pois tenho muitos pêlos e ver-me livre deles durante muito tempo era positivo, até porque deixamos de ter o problema de ter de fazer a depilação de urgência para ir a praia por exemplo.

  • Como?

Para o fazer é melhor em casa dois dias antes da vossa marcação fazerem a depilação ou com gilete ou com creme depilatório (é algo que vos pedem para fazer). De momento faço na clínica do pelo porque é especializada no assunto e tem um tipo de laser especifico Laser Alexandrite que me foi indicado pela minha dermatologista como sendo bom e segundo a mesma o único seguro, uma vez que a minha pele tem problemas nomeadamente na cicatrização o que me deixava reticente.

Consiste basicamente em descargas de laser com um equipamento igual ao da foto do inicio do post que "mata" o pelo por dentro, assim uma semana depois do tratamento os pelos começam a sair naturalmente ficando a pele lisa. Nos dias seguintes a pele pode doer, é normal. Aconselho também a aplicação de um gel de aloé vera nos dias seguintes ou biafine para ajudar a pele a ficar "normal".

  • Dói?

Depende do sitio e da pessoa, assim como a quantidade e grossura dos pelos. Vão sempre preparadas para doer, com o beneficio que só o fazem com intervalos de pelo menos um mês (a medida que vão aumentado as sessões mais tempo há entre as mesmas). O equipamento tem a possibilidade de diminuir a intensidade do laser o que diminui a dor, mas não muito. Aconselho aqueles que forem fazer a hidratarem muito bem as áreas a depilar porque se estiverem muito hidratadas dói menos.

  • Condições
  1.  Pode ser feito a qualquer idade, mas preferencialmente depois das hormonas estarem minimamente reguladas, para diminuir o numero de sessões necessárias para se obterem os mesmo resultados;
  2. A cor do pelo têm que ser preto ou muito escuro, caso contrario o tratamento não resulta (se os pelos forem loiros);
  3. O tratamento tem que ser feito de forma regular, ou seja, não se deve faltar as marcações porque regredimos o tratamento, consequentemente temos de fazer mais sessões.

No geral o tratamento em mim tem feito efeito, já fiz três sessões e noto que existem zonas em q não tenho pelos e outras em q estão super loiros, nem se vêem. A minha pele não fez qualquer reação adversa ao tratamento. Tudo positivo por agora.

Há que ter em atenção o preço do tratamento, na clínica do pelo ronda os 90€ por sessão em meia perna, virilhas, axilas e sobrancelhas.

 

Espero ter sido útil para vocês, se tiverem alguma duvida deixem nos comentários.

o que acharam do post??

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Bem-vinda ao Catwalk, a tua mais recente fonte de moda e beleza. Podes contar com novidades todas as semanas que não vais querer perder!


Sobre as autoras



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D